Persepolis de Marjane Satrapi da Quadrinhos na cia

segunda-feira, março 23, 2015


"Persepolis" é um conjunto de quatro história em quadrinhos feitos pela designer Marjane Satrapi sobre a vida dela mesma, antes e depois da sua fuga do Irã. Desde nova ela já costumava desafiar autoridades políticas e etc, tais como professoras, que reclamavam por ela não usar o véu e se autoproclamar profetisa. 



Ela era desse jeito porque seus pais lutavam pela esquerda política, e além disso, ela era descendente de um homem que já libertou o Irã. Por isso, ela fazia de tudo para propagar o feminismo, para fazer o poder das mulheres crescer, numa época em que o país estava se tornando extremamente fundamentalista. 



Aos quatorze anos, depois que xingou uma das diretoras de sua escola porque ela a repreendeu por não estar usando véu, seus pais acharam melhor enviá-la para Viena, na Austria. Ela passou por várias moradias, sofreu preconceito racial, decepções amorosas e repetiu de ano no Liceu francês de Viena. 



Marjane até virou a traficante oficial do Liceu! Depois de perder todo o dinheiro, aos dezessete anos, e ter morado por três meses na rua, um familiar lhe paga a passagem de volta ao Irã, onde o regime está mais fundamentalista do que nunca. Entediada, decide se casar (algo que os pais se opõem, visto que ela era muito nova e ainda estava na faculdade de design). Tudo o que conseguiu foi um relacionamento conturbado com ele e que durou pouquíssimo tempo. Todos esses infortúnios, mais a guerra, levaram-na a ir viver na França. Hoje ela é autora e ilustradora de livros infantis, além de ter feito a capa do cd de Iggy Pop.



Seus outros trabalhos são Frango com Ameixas (que também possui filme) e Bordados. 












0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...